EM 1960
O PRIMEIRO
TÍTULO ESTADUAL
Esta equipe conquistou o primeiro título estadual de amadores para o "15". De pé, da esquerda para a direita, Darcy, Bráulio, Alemão, Daniel, Raul, Lampinha, Valmir, o presidente Bertholdo Konrath e o treinador Raul Freitas. Agachados, na mesma ordem, Lauro, Gilberto, Erich, Dario, Cléo, o massagista Mário Streit e o mascote Ricardo Lampert.
As partidas finais foram contra o Brasil F.C., de Farroupilha.

No primeiro jogo, disputado na serra gaúcha, no dia 11 de dezembro de 1960, a vitória foi do "15" por 5 a 4. Os gols do "15" foram marcados por Lauro (6 min), Cléo (aos 12), Erich (21 min), Dario (22 min do 2º tempo) e Gilberto (44 min). Marcaram para o Brasil : Lino (aos 4 min), Walter (aos 26), Armando (aos 35) e Barth (aos 35 do 2º).
O árbitro foi Jaime Soligo, da FRGF - Federação Rio Grandense de Futebol.

No dia 18 de dezembro aconteceu o jogo decisivo entre "15" e Brasil. Tendo por local o Estádio dos Eucaliptos (hoje Estádio Sady Arnildo Schmidt), em Campo Bom, o "15" passou por enormes dificuldades. Logo aos 4 minutos do primeiro tempo, Barth abriu o marcador em favor do Brasil. O empate salvador do "15" foi marcado por Gilberto, quase ao final de partida. Com o empate, o "15" conquistou o título máximo da categoria especial de amadores, um título até então inédito. Ney da Luz Barbosa, da FRGF, foi o juiz.