Campeão do Absoluto de Amadores, em 1968.
As partidas finais foram disputadas contra o Pampeiro, de Soledade.
No primeiro jogo, em Campo Bom, vitória do "15" por 3 a 2.
No jogo da volta, em Soledade, vitória do Pampeiro por 2 a 0, nos noventa minutos regulamentares.
Na prorrogação, vitória do "15" por 2 a 1, e a conquista do tão esperado título de campeão absoluto.

Na foto, aparecem de pé, da esquerda para a direita, Ismar, Raul, Naldo, Luia, Carlos Emílio e Polica. Agachados, na mesma ordem, Pombinha, Helinho, Elúcio, Schuetz, Scheffinha e o massagista Edo Schein.

Adonis Güntzel da Silva foi o presidente e Danilo de Oliveira o treinador.


Primeiro título do Absoluto Amador veio em 1968